IPTU fica mais caro para 50 mil imóveis em Belo Horizonte

Em meio à crise financeira, a economia que vem se arrastando no país nos últimos anos, o belo-horizontino ainda pode ter uma notícia que impactará o seu bolso. Mais de 50 mil imóveis na capital terão aumento no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Essa mudança faz parte do projeto que a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) colocou em ação, em 2017. Foi realizado um levantamento aéreo e presencial para detectar imóveis da cidade cujos proprietários fizeram alterações na área construída, mas não informaram a mudança ao município.

Diante da falta de recursos financeiros, assim como em outras cidades do Brasil, a PBH apoia no IPTU para fechar as contas no azul. Na primeira etapa do levantamento, cerca de 77 mil imóveis foram identificados com irregularidades. Com isso, a prefeitura teve um aumento de R$ 25 milhões no caixa.

Segundo o secretário municipal de Finanças, Fuad Noman, o IPTU foi o único imposto do município que cresceu a arrecadação em 2017, em relação a 2016. Foram R$ 713 milhões de janeiro a junho do ano passado, ante R$ 791,2 milhões no mesmo período deste ano – crescimento de quase 11%.

Para não ser pego de surpresa, o ideal é procurar o guichê da prefeitura para informar as melhorias feitas na casa ou apartamento. A maioria das residências com alterações detectadas estão localizadas em bairros distantes da região Centro-Sul.

 

Casa Grande Netimóveis

Da equipe de conteúdo da Casa Grande Netimóveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *